jump to navigation

Pré jogo:Pittsburgh Steelers @ Baltimore Ravens 28/11/2009

Posted by Bruno in Sem categoria.
Tags: ,
trackback

Neste domingo, dia 28 de novembro Pittsburgh Steelers e Baltimore Ravens se encontrarão em um jogo de vida ou morte para ambas equipes. Os Ravens tem um Record de 5-5 e se ganharem a equipe começa a sonhar com os playoffs. Já os Steelers tem um Record de 6-4 e pretendem se aproximar mais da vaga de wildcard ou chegar mais perto do atual líder da divisão, o Cincinnati Bengals, que joga contra o Cleveland Browns essa semana.

Os Steelers vão pro jogo sem Troy Polamalu, que por conta de uma lesão no joelho não joga, sem o guard Chris Kemoeatu que se machucou também no joelho, e os substitutos serão Tyrone Carter e Ramon Foster respectivamente. O time também não terá o quarterback Ben Roethlisberger, que sofreu um princípio de concussão no jogo contra o Kansas City Chiefs, o reserva direto, Charlie Batch também está machucado e então o segundo anista Dennis Dixon terá a chance de sua vida.

Agora falando sobre as chaves da vitória, para mim são muito simples: Não levar de jeito nenhum touchdown de retorno, estabelecer o jogo aéreo e parar o jogo corrido dos Ravens. Como o Steelers Brasil já noticiou nessa semana foram contratados Corey Ivy e Rocky Boiman justamente para o time parar de levar touchdowns em retornos de kickoffs. Agora a parte de estabelecer o jogo aéreo eu acho que será um pouco mais difícil com o inexperiente quarterback Denis Dixon comandando a equipe, porém Dixon é um bom scrambler e poderá usar isso como um elemento surpresa. Porém o principal ponto fraco da forte defesa dos Ravens são os cornerbacks, e o quarterback que jogar deve saber utilizar a qualidade dos corpos de wide receivers, e o tight end Heath Miller em situações de third downs e quando o time estiver na red zone. Agora falando sobre o jogo corrido dos Ravens, que tem a surpresa Ray Rice. O segundo anista já tem mais de setecentas jardas correndo com a bola além de seis touchdowns. Então a função de parar Ray Rice será designada aos eficientes James Farrior e Lawrence Timmons (foto).

Outro motivo de preocupação dos Steelers pode ser o cara da foto ao lado, Joe Flacco. Flacco já mostrou toda sua qualidade ano passado, mas esse ano vem sofrendo com as interceptações, e já tem oito. O quarterback nunca fez um jogo bom contra os Steelers, e perdeu os três que jogou na temporada passada, então o segundo anista pode estar com sede de vitória e acabar se precipitando em alguma situações. Para Flacco lançar passes ruins é preciso que ele não tenha tempo para passar, e que o pass rush dos Steelers funcione. Para melhorar isso o time terá de volta o defensive end Travis Kirschke, que volta de uma lesão que o tirou do time nas últimas duas semanas.

Onde ver ?

A ESPN Internacional transmitirá o jogo, mas você pode encontrar link no Atdhe ou no HomerTV

Quando e onde ?

Será no M&T Bank Stadium em Baltimore, Maryland as 23h, horário de Brasília.

Considerações Finais

É um jogo que pode ser um divisor de águas, mas eu acredito que se as chaves da vitória funcinarem o time pode sim sair com a vitória de Baltimore. Outra coisa importante é não ligar para o ambiente hostil do campo adversário e se impor e jogar como um time seis vezes campeão do Super Bowl.

Palpite: Prefiro não arriscar.

Comentem !


Comentários»

1. Renan - 28/11/2009

Palpitava empate

E Bruno, Dixon não é clutch e vai ser comido vivo em Baltimore

2. Stefan - 29/11/2009

Bruno, só uma correção.. o record dos Ravens é 5-5 e não 5-3 e portanto uma derrota do Pittsburgh hoje deixaria ambos com 6-5 e os ravens levam vantagem nos confrontos da divisão.

3. Bruno - 29/11/2009

Já corrigi, valeu😀

4. Alexandre Mussiat - 30/11/2009

Poooxa, Dennis Dixon tava tão bem, uma pena o jogo ser decidido assim. Volta Polamalu!

5. Stefan - 30/11/2009

Apesar da derrota eu gostei do Dixon, certamente o Pittsburgh não perdeu por causa dele. No primeiro tempo o time cometeu algumas faltas de ataque que comprometeram bastante as chances de marcar pelo menos field goals. Uma foi no primeiro quarto, na jogada da corrida do Dixon numa terceira descida (seria sensacional a jogada, ele é muito rápido). A outra foi no segundo quarto quando o time chegou até a linha de 32 jardas dos Ravens e sofreu com as faltas.

O que há de se comemorar é não ter levado TD de retorno😀. Não que os special teams tenham sido fantásticos, mas pelo menos fizeram o que se espera deles. Ainda assim, confesso que a cada kick-off ou punt eu me segurava no sofá😀

6. Stefan - 30/11/2009

Ah sim, outro ponto positivíssimo foi a OL nesse jogo. Conseguiram garantir a proteção ao Dixon na maior parte dos snaps, o que certamente deu mais confiança para ele soltar um pouco o braço conforme o jogo foi correndo.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: